Pensei

Autor desconhecido

 

Sentei  na beira dágua 

E comecei  a chorar,

Uma estrela que passava 

Se  pôs a me olhar.

 

Eu  não podia me conter

E ela a mim perguntar:

- "O que fazes nessa lagoa

E por quê vives a chorar?!

 

Eu sou uma estrela triste,

Vagando pela amplidão.

Em busca do amor,

Que existe em seu coração.

 

Eu sou aquela estrela,

Que você vê da janela,

Vagando pelo espaço,

A  procura de você.

 

Não quero ver-te  triste,

Não chores por favor,

Em troca do seu sorriso,

Eu  te dou o meu amor".

 

Com os olhos rasos  dágua

Num  segundo me alegrei!

Meu  coração ficou aos pulos,

Quando para  a estrela olhei.

 

E  vi no seu lindo olhar,

O que há tempos eu não via,

No meio dos lindos olhos, 

Uma vida cheia de alegria .

 

Este foi um sonho,

Que nunca vou esquecer.

Lembrando sempre,

Que a estrela era você.

VOLTAR